quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Já ouviram falar no Lago Vostok?

Conheçam o maior lago de água doce do mundo sob o gelo. Um lago surpreendente que pode possuir vidas extraordinárias.


Fonte da imagem – Blog do Professor


O lago Vostok, com cerca de 14.000 km² de superfície e 510 m de profundidade máxima, é o maior lago de água doce do mundo sob o gelo. Esse lago está situado na porção centro-leste da Antártida. Na estação de Vostok, localizada sobre a extremidade sul do lago, foi registrado a temperatura mais baixa do planeta (-89,3°C), em julho de 1983.

Fonte da imagem - Wikipédia
A superfície do lago está sob uma camada de gelo com cerca de 3.750 m de espessura e presume-se que ocorram sedimentos no seu fundo. Uma perfuração no gelo que recobre o lago, efetuada em 1998, atingiu pouco mais de 3.620 m de profundidade, fornecendo um registro de aproximadamente 500.000 anos de dados paleoclimáticos.

Vista de satélite do Lago Vostok. Fonte da imagem - Wikipédia
Microrganismos isolados pelo gelo durante o último milhão de anos poderão ser encontrados nestes sedimentos e nas águas do lago.


No início de Fevereiro de 2012, a equipa da 57ª Expedição Antártica Russa penetrou pela primeira vez no lago Vostok, chegando aos 3.769,3 metros, no dia 5, informou Valery Lukin.

“Novas perfurações do poço foram iniciadas nos primeiros dias de 2013 e o gelo novo foi alcançado pelos perfuradores a uma profundidade de 3.383 metros. Em 10 de janeiro, foi recebida a primeira amostra, de uma profundidade de 3.406 metros.” A amostra apresentava-se opaca, porosa e de cor branca brilhante. O gelo mostrava-se transparente, dentro do qual ‘congelou’ um canal de gelo branco. “Em teoria, ninguém podia prever como seria o gelo encontrado na perfuração.”, disse Martianov.

Fonte da imagem - AstroPT
Há uma grande expectativa quanto aos resultados das mais recentes perfurações. O gráfico seguinte mostra que nos quase 4 Km de profundidade existe uma quantidade elevada de células por mL de meio:

Fonte da imagem - AstroPT
A luaEuropa está coberta de gelo e crê-se que contenha água por baixo do gelo. Este pode ser um indicador de que a vida pode existir lá. Não serão homens verdes com dois braços e duas pernas mas serão mais interessantes.

Fonte da imagem - AstroPT

Fontes: TEIXEIRA, Wilson; et al. Decifrando a Terra. USP, Universidade de São Paulo. Oficina de textos.
AstroPT

Nenhum comentário:

Postar um comentário