sexta-feira, 25 de março de 2016

Nikola Tesla

Tesla, o mestre dos raios.

Nikola Tesla. Fonte da imagem: Wikipédia.

VAMOS CONHECÊ-LO...

Nome: Nikola Tesla (Никола Тесла)

Nacionalidade: Austríaco (pré 1891) Norte-Americano (pós 1891)

Residência: Império Austríaco, Reino da Croácia-Eslovênia, França, Estados Unidos.

Nascimento: 10 de julho de 1856
Local: Smiljan, Império Austríaco (atualmente pertencente à Croácia)

Morte: 7 de janeiro de 1943 (86 anos)
Local: Nova Iorque, Estados Unidos

Área: Engenharia mecânica e electrotécnica

Instituições: Edison Machine Works, Tesla Eletric Light & Manufacturing, Westinghouse Eletric & Manufacturing Co.

Conhecido por: Bobina de Tesla, Turbina de Tesla, Teleforça, Oscilador de Tesla, Carro elétrico de Tesla, Princípio de Tesla, Ovo de Colombo de Tesla, Corrente alternada, Motor de Indução, Campo magnético rotativo, Transmissão sem fios, Canhão de feixe de partículas, Raio da Morte, Ondas estacionárias terrestres, Enrolamento bifilar, Telegeodinâmica, Eletrogravítica, Canhão de Tesla.

Influência: Ernst Mach

Influenciado: Gano Dunn

Prêmios: Medalha Elliott Cresson (1894), Medalha Edison IEEE (1916), Prêmio John Scott (1934), National Inventors Hall of Fame (1975).


A unidade do Sistema Internacional de Unidades (SI) que mede a densidade do fluxo magnético ou a indução eletromagnética (geralmente conhecida como campo magnético "B"), o tesla, foi nomeada em sua honra (na Conférence Générale des Poids et Mesures, Paris, 1960), assim como o efeito Tesla da transmissão sem-fio de energia para aparelhos eletrônicos com energia sem fio, que Tesla demonstrou numa escala menor (lâmpadas eléctricas) já em 1893 e aspirava usar para a transmissão intercontinental de níveis industriais de energia no seu projeto inacabado da Wardenclyffe Tower.


Laboratório de tesla. Fonte da imagem: OficinadaNet.

À parte os seus trabalhos em electromagnetismo e engenharia electromecânica, Tesla contribuiu em diferentes medidas para o estabelecimento da robótica, controle remoto, radar e ciência computacional, e para a expansão da balística, física nuclear, e física teórica.


Fonte da imagem: OficinadaNet.

INVENÇÕES DE TESLA

Ainda na época da Guerra das Correntes, época de muita criatividade para ele, Tesla desenvolveria diversas aplicações para seu uso de corrente alternada, como: motor elétrico, o princípio da criação de energia elétrica através de um campo magnético rotativo, ignição elétrica de motores à gasolina; o motor assíncrono giratório, comutadores elétricos, bobina de Tesla, que permitiu a comunicação sem fio, rádios e tv’s (então sempre agradeça a ele cada vez que você ligar o wi-fi), lâmpada fluorescente, etc. (muitos etc.), controle remoto por rádio, etc. Pesquisou desde energia solar até o poder do mar, além de prever comunicações interplanetárias e satélites. Há também relatos de ideias geniais e invenções ou teses feitas que ele preferiu não registrar.


A descarga de Tesla. Fonte da imagem: Wikipédia.

Para ajudar, após a briga contra Edison, em 1895, seu laboratório pegou fogo misteriosamente, junto de todas as suas pesquisas. Suspeitasse até hoje que fora causado por alguma grande companhia do ramo da eletricidade, já que após o incêndio, o que sobrou foi "sem querer" atropelado por tratores. A motivação seria a pesquisa dele em energia gratuita a todos, mas como veremos no parágrafo seguinte, Tesla não desistiria, e, mostraria que era uma das pessoas mais legais que já viveram.

Em seus estudos Nikola Tesla descobriu, em um de seus momentos de genialidade, uma forma de conceder energia elétrica wireless grátis para todo o planeta através de uma torre que seria construída perto de Nova Iorque. O projeto saiu do papel e chegou a ter a torre e o prédio prontos, porém empacou em um detalhe: o empresário que estava financiando a construção da torre – um dos mais famosos financistas dos EUA, J. P. Morgan – decidiu encerrar o projeto quando se deu por conta de que não teria como regular essa energia, e, portanto, como cobrar por ela e lucrar com isso.

Na foto acima o prédio e a torre prontas, abaixo, a triste demolição dela, anos depois. Fonte da imagem: OficinadaNet.

Hoje, cientistas, físicos e engenheiros elétricos dizem que aquilo seria impossível, que por não fazer cálculos no papel, ele não conseguiu ver um detalhe banal: ao passar para o ar, a energia rapidamente se esvaneceria. Bom, funcionando ou não, é interessante notar a benevolência de Tesla que não queria 1 centavo por sua nova criação.

E se você ainda não entendeu ainda a importância de Tesla para nossas vidas e da sua genialidade, saiba que:

- Foi o responsável pela construção da primeira hidroelétrica do mundo, nas cataratas do Niágara, provando a todos que a água era um meio prático de obter energia;

- Conduziu experimentos com engenharia criogênica, quase meio século antes de sua invenção;

Motor elétrico de Tesla das Cataratas do Niágara. Fonte da imagem: OficinadaNet.

- Patenteou mais de 100 inovações que foram usados na criação do transistor, aquela pecinha primordial que faz com que seja possível computador moderno existir e você ler isso neste momento;

- Foi a primeira pessoa a captar ondas de rádio do espaço, o que o torna, indiretamente, o pai da radioastronomia;

- Descobriu a frequência de ressonância da terra, que só pode ser confirmada 50 anos depois, já que era muito avançado à época;

- Desenvolveu uma máquina de terremotos que quase destruiu um bairro inteiro em Nova Iorque;

- Inventou a poderosa Bobina de Tesla, que você pode não conhecer de nome, mas com certeza já a viu em algum lugar. Vejam abaixo:


- Conseguiu, na década de 90, reproduzir em seu laboratório o fenômeno conhecido como "Ball Lighting", que consiste em uma luz que aparece na forma de uma esfera e viaja devagar enquanto plana a alguns pés do chão. É um fenômeno muito raro e até hoje os cientistas ainda não conseguiram replicar o feito em moderníssimos laboratórios;

- Inventou o controle remoto, a luz de neon, motor elétrico moderno, comunicações wireless, e outras coisas que tornam nosso dia a dia mais prático e legal;


- Inventou um raio da morte que poderia destruir o mundo caso caísse em mãos erradas. Parece ficção, mas não é, ao menos é o que diversas fontes juram. No entanto, destruiu o projeto antes dele vazar (alguns acreditam que o projeto está em posse do governo dos EUA). O raio chegou perto de ser vendido para a Inglaterra por 30 milhões de dólares, durante a 2ª Guerra Mundial, mas foi desfeito nos últimos momentos. O próximo comprador seriam os Estados Unidos, porém, a reunião que daria desfecho à compra nunca ocorreu. Tesla morreria antes.


Antes de terminar vejam um documentário sobre ele do canal Ciência e Ficção


Fonte: OficinadaNet; Wikipédia.


SEM ELE NÃO ESTARÍAMOS AQUI HOJE NÃO É VERDADE? ENTÃO VAMOS CONTINUAR CONHECENDO OS GÊNIOS DA CIÊNCIA (CLIQUEM NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR OS LINKS):

Newton

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2016/03/newton.html

Thomas Edison

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2016/03/thomas-edison.html

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2016/03/einstein.html

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2016/03/leonardo-da-vinci.html

E VENHAM SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE+. PARA ACESSAR OS LINKS ABAIXO BASTA CLICAR NAS IMAGENS:

 https://plus.google.com/collection/Ut3sQB https://plus.google.com/collection/IPIdQB

3 comentários:

  1. Além da bObina tesla, Nicola Tesla criou muitas outras inovações sendo a mais impactante os geradores de corrente alternada sem os quais somente uma elite teria acesso a energia elétrica (seria muito cara).
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Tesla foi um grande gênio e inventor. A postagem para a página 'Gênios da Ciência' é mais você conhecer mesmo os grandes Gênios que passaram pela humanidade e ainda mais virão. Mas agradecemos pelo comentário.

      Abraços da Equipe BioOrbis.

      Excluir