sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Especial Halloween - Conheçam a Planta Cadáver


Para o Halloween as plantas também não vão ficar de fora. Conheçam a Planta Cadáver.


Nome científico: Amorphophallus titanum
O estado de conservação: Classificada como Vulnerável (V) em 1997 pela IUCN
Usos: Ornamental
Perigos: Emite um cheiro nauseabundo em floração

TAXONOMIA

Classe: Equisetopsida
Subclasse: Magnoliidae
Superordem: lilianae
Ordem: Alismatales
Família: Araceae
Género: Amorphophallus

O jarro-titã, flor-cadáver ou titan arum, em inglês, (Amorphophallus titanum) é a maior e mais malcheirosa "flor" do mundo. Trata-se de fato, não de uma flor, mas de uma inflorescência apelidada de espádice. Quando desabrocha, ela chega a atingir três metros de altura e pode pesar até 75 quilogramas.

Ela exala um forte odor que atrai insetos carniceiros (principalmente besouros), por isso a fama de maior planta carnívora do mundo.

Folhas da Planta Cadáver
Ela começa sua vida como um pequeno tubérculo, então solta uma única coluna afilada que cresce furiosamente, até 16,6 centímetros por dia.

Desenvolvimento da Planta Cadáver
Essa planta tuberosa, cultivada em diversos jardins botânicos, permanece endêmica somente às florestas tropicais do oeste de Sumatra, uma ilha da Indonésia, no Oceano Índico, onde é conhecida como "flor cadáver". Este nome pode derivar do cheiro nauseador que exala.

Infrutescência da Planta Cadáver
Quem a descobriu foi o botânico italiano Odoardo Beccari, em 1878.


Seu nome científico Amorphophallus titanum significa, literalmente: Falo gigante sem forma. Ela pode viver até 40 anos, mas só floresce duas ou três vezes.


Na realidade, apesar de ser considerada a maior flor do mundo, esta é uma inflorescência. A maior flor de fato é a Rafflesia arnoldii, nativa do mesmo continente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário