DESCUBRA AQUI!

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Como prevenir a poluição das águas subterrâneas

No Brasil, mais da metade das reservas subterrâneas já é utilizada para abastecimento da população. Elas representam 97% da água doce disponível para uso humano no mundo.

Os aquíferos podem ser contaminados por lixões e fertilizantes.

VAMOS DESCOBRIR...

Embora mares e oceanos ocupem 71% do planeta Terra, por suas condições salinas, suas águas não são ideais para consumo humano. Apenas 3% da água disponível em nosso planeta é doce e apropriada para esse fim. E, dessa porcentagem, cerca de 30% se encontra em solos e formações geológicas permeáveis, denominadas aquíferos.

Os aquíferos são formados pelo acúmulo de águas das chuvas que se infiltram no subsolo e têm a capacidade de alimentar os mananciais de rios, lagos ou pântanos. Quando essas águas encontram com poluentes, como esgotos, resíduos químicos, agrotóxicos e outras substâncias, elas arrastam tudo para o subsolo e se contaminam por todo o caminho que percorrem.


Fonte da imagem: LugaresFantásticos.

Lixões, substâncias tóxicas, atividades inadequadas de armazenamento de materiais químicos ou poluentes, manuseio inadequado e descarte de produtos e seus derivados ou resíduos, atividades de mineradoras que expõem o aquífero, uso equivocado de agrotóxicos e fertilizantes e irrigações exageradas do solo, que geram um processo de salinização e lixiviação, são as principais fontes de contaminação das águas subterrâneas.


É muito importe a compreensão de que águas subterrâneas não são fontes inesgotáveis e que suas poluições representam sérios riscos à existência da vida no planeta. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2025, cerca de 2,7 bilhões de pessoas enfrentarão falta de água em todo o mundo. Previsões dão conta de que a água será o recurso mais cobiçado e gerador de guerras e disputas em um futuro catastrófico, porém não ficcional.

Para remediar previsões tão tristes e a situação de escassez que já acontece nos dias de hoje, é preciso algumas políticas de preservação das águas subterrâneas. Fiscalizar possíveis poluidores, como fábricas, indústrias ou latifúndios e monitorar aquíferos e mananciais são o princípio da preservação das águas doces.

Estabelecer padrões de qualidade ambiental e punir poluidores de forma que não compense a reincidência também são medidas importantes. Órgãos ambientais com boas condições de mapear áreas de risco e recuperar as já atingidas, além do estabelecimento de canais de informação e conscientização para a importância da preservação ambiental fecham o ciclo essencial de cuidado com os recursos dos aquíferos.


Fonte da imagem: RoughGuides.

Se as medidas públicas são importantes, a educação ambiental da população não fica atrás. Qualquer pessoa que flagrar focos de poluição ou agressões ambientais deve denunciar às autoridades responsáveis (Conselhos e Órgãos de Meio Ambiente de municípios, estados ou da nação, bem como o IBAMA, e até mesmo a polícia, são habilitados a receberem denúncias). O consumo responsável da água também deve ser feito por cada um de nós, com banhos curtos, evitando desperdícios e reutilizando o recurso quando possível.

Fonte: Pensamento Verde.


NÃO DEIXEM DE VER TAMBÉM (CLIQUEM NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS PARA ACESSAR OS LINKS):

Quais os impactos de uma barragem de rejeitos?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/11/quais-os-impactos-de-uma-barragem-de.html

Água da chuva é potável para beber?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/08/agua-da-chuva-e-potavel-para-beber.html

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/04/a-ameaca-sobre-os-rios-da-amazonia-em.html

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/09/estudo-revela-que-esgoto-tratado.html

E NÃO DEIXE DE SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE+, ONDE TODAS NOSSAS POSTAGENS ESTÃO EM CATEGORIAS E VOCÊ NÃO PERDE NENHUMA ATUALIZAÇÃO (CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR):

https://plus.google.com/collection/slsfQB https://plus.google.com/collection/YLgT0 https://plus.google.com/collection/M-zdQB

2 comentários:

  1. Acho que o primeiro e grande passo para que se mostre ao mundo que o brasil resolve seus problemas seria a criação de um canal totalmente impermeabilizado em são paulo onde todos os esgotos fossem escoados para lá, limpando por definitivo as margens dos rios, como tiete e pinheiros, uma vez feita essa canalização, cada bairro deveria ter sua estação de tratamento de esgotos e resolver seus problemas antes de lançar seus dejetos ao canal que passará por outros bairros, soltando as águas já tratada de volta aos rios. Quando iniciar essa luta eu irei acreditar que as ONGs e organizações ambientais realmente se interessam em resolver o problema dos aquíferos. afinal são grandes extensões poluidoras que o subsolo absorvem devido a sua extensão nas margens e comprimento desses rios! Esse sim será um inicio de uma luta justa! Grato, Santeix

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Santeix,

      Você disse tudo. Esse sistema seria perfeito e eficaz. Mas a falta de políticas públicas, o desinteresse de nossos governantes e entre outros impasses, o que resta mesmo para fazer isso é para o próprio povo, se reunir e tomar frente para tornar nossas cidades um lugar melhor. Mas infelizmente o povo brasileiro parece ser um povo desunido, sem cultura e que não quer tomar frente.

      É desanimador ver um país rico, com tanta pobreza.

      Agradecemos muito pelo comentário, um grande abraço:

      Equipe BioOrbis.

      Excluir