quinta-feira, 30 de abril de 2015

Cachorro sem olhos vira cão de terapia e leva conforto para doentes

Smiley ficou conhecido em todo o mundo com o trabalho da fotógrafa Stacey Morrison, que captou diversos momentos de alegria do animal.


A terapia com animais tem ganhado cada vez mais adeptos e espaço em hospitais e clínicas de saúde. Isso porque, a interação com os bichinhos ajuda na recuperação dos pacientes em tratamento e até de idosos que vivem asilos.

Foi o que aconteceu com o Smiley, um Golden Retriever que nasceu sem os olhos e ganhou fama por ajudar pacientes no tratamento de suas doenças, inspirando e confortando-os neste difícil processo.

Smiley teve um começo de vida bem difícil. O animal permaneceu em uma casa de adoção durante seus primeiros anos e seria sacrificado, já que, segundo veterinários, ele nunca teria uma vida normal.

Quando soube disso, sua atual dona, Joanne George, o adotou, em Stouffville, no Canadá. Ela conseguiu enxergar além da deficiência e investiu em soluções para que o problema dele fosse resolvido: as órbitas vazias incomodavam o animal e trazia muitas infecções.

Os veterinários decidiram, então, em comum acordo com Joanne, costurar suas pálpebras. O problema foi resolvido, não apenas pela intervenção, mas também pelos cuidados físicos, amor e paciência da família.

Quando o cachorro superou seus problemas, sua dona começou a levá-lo a lares de idosos, hospitais ou escolas, para mostrar seu exemplo e levantar o astral das pessoas. Hoje, com 10 anos, Smiley é cachorro de terapia, com certificado.

Casos de sucesso

As fotos sorridentes do cão mostram que a felicidade está enraizada nele, apesar de tantos problemas. Segundo Joanne, Smiley já acumula casos de sucesso, como o de um residente de uma casa para adultos com deficiências físicas e mentais graves que nunca havia sorrido e emitiu um som, similar a uma risada, quando o cão foi visitá-lo.


Outro caso interessante compartilhado pela dona é o relato da mãe de uma criança autista que disse que nunca tinha visto sua filha ficar no mesmo lugar por um longo período de tempo e, quando viu Smiley, ficou com ele no chão durante 30 minutos.

Hoje, com 10 anos, podemos conhecer esse lindo cão através do trabalho da fotógrafa Stacey Morrison, da Happy Tails Photography.

2 comentários:

  1. Uilmara Machado de Melo1 de maio de 2015 11:16

    Que história comovente!... Saúde pra todos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda História, os animais nos ajudam mais do que imaginamos.

      Equipe BioOribs.

      Excluir