quinta-feira, 19 de março de 2015

Presença de árvores melhora a qualidade da lavoura

Durante seis anos, foram realizadas análises que puderam identificar maior produtividade e, conseqüentemente, aumento na renda familiar.

 https://bio-orbis.blogspot.com/2015/03/estudo-da-embrapa-indica-que-presenca.html
Ao optar pela preservação, agricultores perceberam melhoras na produção e no rendimento.

VAMOS DESCOBRIR...

Um estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) indicou que agricultores que preservam a floresta têm melhores resultados no rendimento e qualidade das lavouras. Ao todo foram seis anos de análises, em um trabalho que levou em conta não apenas informações científicas e teóricas, mas também o conhecimento e colaboração dos agricultores.

A pesquisadora da Embrapa, Mariella Uzêda, contou com o apoio de agricultores assentados em Cachoeiras de Macacu, no interior do Rio de Janeiro. Durante o período de estudo, eles se dispuseram a mudar o formato tradicional para incluir árvores nativas próximas às áreas de plantio, conciliando a produção de alimentos com a preservação da biodiversidade.

Segundo Uzêda, a agricultura tradicional acabou criando barreiras e por conta disso houve a redução de uma grande quantidade de espécies, entre elas, espécies necessárias para o bom desenvolvimento da lavoura, como as vespas, que ajudam a polinizar os vegetais e controlam insetos-pragas.

Para a realização do estudo, três pilares foram fundamentais: conhecimento da biodiversidade nativa, relacionando-a com o potencial econômico; estudo das técnicas já existentes para a inserção de árvores na paisagem, relacionando-as aos interesses dos agricultores; e adaptação das técnicas à realidade do agricultor, que não pode deixar de produzir e obter renda.

Ao final do estudo, os cerca de vinte agricultores participantes puderam identificar maior produtividade na lavoura, melhora nas condições das nascentes e, conseqüentemente, aumento na renda familiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário