DESCUBRA AQUI!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Conheçam os Ocapis, as girafas da floresta

Vocês não leram errado, o Ocapis é um membro da família das girafas.


 https://bio-orbis.blogspot.com/2014/10/ocapis-as-girafas-da-floresta.html
Ocapis com seu filhote. Fonte da imagem: Pinterest.
VAMOS DESCOBRIR...

O ocapi (Okapia johnstoni) ou girafa da floresta é uma das duas espécies remanescentes da família Giraffidae, sendo a outra a girafa. São conhecidos pelo corpo escuro, com riscas brancas bem visíveis nas patas e coxas. Os desenhos na pele ajudam a confundir possíveis predadores enquanto os ocapis correm.

Um ocapis filhote feliz brincando. Fonte da imagem: Rhein-Main.
Endêmico das florestas úmidas do nordeste da República Democrática do Congo, a forma do corpo é semelhante à da girafa, embora o pescoço dos ocapis seja muito mais curto.

Okapia johnstoni. Fonte da imagem: IUCN.
Ambas as espécies possuem línguas muito longas, com tons de azul e muito flexíveis, que usam para retirar folhas e rebentos das árvores. A língua do ocapi é tão longa que lhe permite lavar as pálpebras e limpar as orelhas com ela.

Diferente de suas parentes Girafas, os ocapis são bem menores, chegando a um comprimento de 2 a 2,5 metros e podem pesar de 200 à 250 quilos.


São animais essencialmente diurnos e solitários, juntando-se apenas para acasalar. Dão à luz apenas uma cria de cada vez, que pesa cerca de 16 kg, após um período de gestação de 421 a 457 dias. Os filhotes são amamentados por até dez meses, atingindo a maturidade entre 4 e 5 anos de idade.

Os ocapis são ameaçados pela destruição do seu habitat e pela caça furtiva. O trabalho de proteção no Congo inclui a continuação do estudo do comportamento do ocapi, e levou à criação em 1992 da Reserva de fauna dos ocapis. A Guerra Civil do Congo ameaçou tanto a vida selvagem como os trabalhadores da reserva.

Com essa ameaça de extinção, estimava-se que existiam entre 10 e 20 mil ocapis em 2012. Considerado em perigo pela IUCN.

Fonte: TopBiologia

QUE ANIMAL EXTRAORDINÁRIO. MAS NÃO VAMOS PARAR POR AQUI, ABAIXO TEM MUITO MAIS PRA VOCÊS (CLIQUEM NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS PARA ACESSAR OS LINKS):

Tudo (ou quase) sobre as Girafas

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/06/tudo-ou-quase-sobre-as-girafas.html


A evolução do pescoço das Girafas

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/11/a-evolucao-do-pescoco-das-girafas.html


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/05/por-que-as-zebras-tem-listras.html


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/06/perigo-de-extincao-colapso-dos-maiores.html


E VENHA SEGUIR NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO PRA ACESSAR OS LINKS:

 https://plus.google.com/collection/o9fhQB https://plus.google.com/collection/8ZnoQB https://plus.google.com/collection/YU0mQB

2 comentários:

  1. ' Vivendo é aprendendo'. Pensei ser genética. Então li mais sobre o animal , fiquei surpresa, ás vezes penso que sei, de tudo um pouco, mas, não. EU tenho um pouco da coleção, ''ATLAS'', National Geographic- sobre os animais, tenho também varias revistas do , ''Reino Animal'. TENHO TAMBÉM A COLEÇÃO 'LAROUSSE CULTURAL''. ' A BARSA EU DOEI'.Tenho muitos ainda, li todos , mas este artigo me surpreendeu .Parabéns''. Gente boa- boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra,

      Nossa que bom saber que você ficou feliz por conhecer esse incrível mamífero. Se isso te agradou em então nossa meta foi alcançada. Isso mesmo que queremos, que aos poucos cada um de vocês aprendam mais e mais sobre os animais e a natureza. Ainda mais um animal como esse incrível, mas infelizmente ameaçado de extinção.

      Um grande abraço da Equipe BioOrbis.

      Excluir