segunda-feira, 11 de maio de 2015

Vermes Comedores de Ossos

Em um novo trabalho da revista Biology Letters, os cientistas relataram vestígios fósseis de Osedax - um gênero de vermes devoradores de ossos de baleias mortas e outros ossos no fundo do mar, mas agora foram encontrados em um plesiossauro de 100 milhões de anos de idade.

Verme Osedax moderno (O. priapus). Barra de escala - 0,3 milímetrosCrédito da imagem: Greg Rouse.


Os vermes do gênero Osedax, também conhecidos como boneworms, vermes zumbis, ou vermes comedores de ossos, foram descobertos em uma carcaça de baleia em 2002.

Há mais de 10 espécies que podem ser encontrados nos oceanos em todo o mundo em profundidades de até 4 km. Eles pertencem à família Siboglinidae. Como todas as espécies na família, eles não têm boca, ânus ou intestino.

Normalmente, esses vermes crescem até 3 a 4 cm de comprimento. Eles consomem ossos de baleia, o que levou muitos biólogos marinhos a acreditar que co-evoluíram à 45 milhões anos atrás, ramificando para fora de seus primos que costumavam realizar quimiossíntese para obter comida.

Mas o Dr. Nicholas Higgs, da Universidade de Plymouth, Reino Unido, e o Dr. Silvia Danise da Universidade da Geórgia e da Universidade de Plymouth, descobriram que os vermes Osedax originaram-se pelo menos 100 milhões de anos atrás, e se mantinham com os ossos de répteis pré-históricos, como os plesiossauros e tartarugas marinhas.

Os cientistas estudaram fragmentos fósseis retirados de um plesiossauro descoberto em Cambridge, e uma tartaruga marinha encontrada em Burham, Reino Unido.

Usando um scanner de tomografia computadorizada, eles foram capazes de criar um modelo de computador dos ossos, e encontrou furos e cavidades consistentes com a técnica de “burrowing”.

Reconstrução CT dos ossos da tartaruga marinha de 100 milhões de anos. A seta indica furos criados por um antigo verme Osedax. Barra de escala - de 1 cm. Crédito da imagem: Silvia Danise / Nicholas Higgs.
"As adaptações incomuns e beleza impressionante dos vermes Osedax encapsulam a natureza alienígena de vida em alto-mar em imaginação do público", disse Higgs.

"E a nossa descoberta mostra que esses vermes não co-evoluíram com as baleias, mas que também consumiam os esqueletos de grandes répteis marinhos que dominaram oceanos na época dos dinossauros."

"Osedax, portanto, infelizmente impediu de muitos esqueletos se fossilizarem, o que pode dificultar o nosso conhecimento desses leviatãs extintos."

Fonte: Sri-News.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário