quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Até mesmo as baratas têm personalidades

Imundas, fedorentas e repulsivas. Há uma série de maneiras de descrever as baratas, mas "cheia de personalidades" geralmente não é uma delas.

 https://bio-orbis.blogspot.com/2015/02/ate-mesmo-as-baratas-tem-personalidades.html
Fonte da imagem: PortalBrasil10.

VAMOS DESCOBRIR...

No entanto, uma equipe de cientistas não só encontraram evidências de que os insetos corredores têm personalidades, mas também descobriram que quando as baratas ficam juntas, eles criam uma personalidade em grupo. As personalidades do grupo de baratas também variam.

"Um monte de estudos mostram personalidades em outros invertebrados", diz Isaac Planas-Sitja, ecologista comportamental da Universidade Livre de Bruxelas e autor principal do estudo. "Mas ninguém tinha olhado para a barata americana".

Ao longo das últimas duas décadas, os cientistas documentaram personalidades, isto é, comportamentos consistentes, como a ousadia, a timidez, a sociabilidade, ou agressividade em uma variedade de espécies de invertebrados, de polvos na água à aranhas sociais. Planas-Sitja foi atraído para as baratas não fora de carinho, mas porque eles não vivem em sociedades com líderes e seguidores-sociais castas que podem torná-lo difícil de detectar a personalidade de um indivíduo.
"Eles são todos independentes, mesmo que eles são gregários", diz ele.



Uma barata procurando abrigo.
Para saber se as baratas tinham personalidades, Planas-Sitja e seus colegas colados minúsculos chips de identificação por radiofrequência para os tórax de 304 baratas para que pudessem acompanhar cada inseto depois de ter sido colocado em um novo ambiente. Os cientistas dividiram os animais em 19 grupos de 16 indivíduos (todos do sexo masculino cerca de 4 meses de idade, porque a idade e sexo do animal pode afetar seu comportamento, tornando mais difícil para trazer à tona o seu tipo de personalidade). 

Três vezes por semana, a equipe colocou cada grupo no meio de um iluminado, arena circular de plástico que foi cercado por uma cerca elétrica para que as baratas não podiam escapar. Dois discos de acrílico idênticos cobertas com filtros vermelhos ficaram pouco acima da arena, a criação de círculos vermelhos que esses insetos, com photofobia (medo da luz, ou evitam a luz) percebidos como abrigos. Cada abrigo era grande o suficiente para todas as 16 baratas para se reunirem embaixo.

Ao longo de um período de 3 horas, os cientistas mediram a quantidade de tempo gasto pelas baratas individuais dentro de um abrigo e quanto tempo cada um tomou a pagar a sua primeira visita. Para verificar se os insetos, em consenso, onde a recolheram (um indicador de personalidade grupo), que registrou o número de insetos estavam abaixo de cada disco no final da experiência. A análise mostrou que, assim como outras espécies, de aranhas para os leões, estes baratas tinham indivíduos tímidos e ousados. As baratas tímidos correram para se proteger, assim que entrou na arena, enquanto que os indivíduos corajosos passou mais tempo a explorar, a equipe relatou em relatórios on-line na revista Proceedings, da Royal Society B. E as baratas consistentemente comportando nessas mesmas formas em cada teste.

MegaCurioso
Apesar destas diferenças de personalidade individuais, ao final de cada experimento, os grupos sempre acabava lotado juntos sob o mesmo abrigo. "Há uma coletiva influência-que-a dinâmica social, dilui as diferenças individuais de personalidade", diz Planas-Sitja. "Assim, no grupo, você acaba com um comportamento semelhante em todos." Esta conformidade acontece mesmo que os pesquisadores sabem, com base em experiências anteriores, que algumas baratas quando deixado sozinho na arena nunca correm para um abrigo, enquanto outros gastam apenas um curto período de tempo sob um. No entanto, eles mudam seus comportamentos, logo que eles estão em um grupo. "Então, todos eles correm para o abrigo", diz Planas-Sitja, que espera trazer à tona por que e como isso acontece com mais experiências.

A descoberta da equipe que "o resultado coletivo [a personalidade grupo] é diferente da soma das personalidades é muito legal", diz Noa Pinter-Wollman, um comportamento animal na Universidade da Califórnia, em San Diego, que não esteve envolvido no estudo. "Isso implica que o todo é maior do que a soma de suas partes." Aranhas sociais, abelhas, formigas e também são conhecidos por terem grupo ou colônia personalidades.

"Para ser capaz de mostrar um grupo de personalidade como eles têm feito é muito emocionante e intrigante", acrescenta Odile Petit, etólogo na agência francesa de investigação nacional CNRS em Estrasburgo. "E eles mostraram que os indivíduos e as suas personalidades relevantes mesmo animais simples." Sim, mesmo em baratas.

Fonte:Science

 Curiosidade Animal INSETOS

4 comentários:

  1. Uilmara Machado de Melo Gonçalves.25 de fevereiro de 2015 21:06

    Muito bom!!! Parece que os americanos, principalmente o Escritor e Diretor, John Payson, já sabiam disto, há tempos, afinal, "Joe's Apartment" (Joe e as Baratas) de 1996 é um filme que mostra as duas coisas: as personalidades das baratas e a coletividade entre elas!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo Uilmara, kkkkkk. Mas é incrível como esses pequenos seres desprezados por muitos tem personalidades.

      Excluir
    2. Uilmara Machado de Melo Gonçalves22 de novembro de 2016 15:56

      "Ao longo das últimas duas décadas, os cientistas documentaram personalidades, isto é, comportamentos consistentes, como a OUSADIA, a timidez, a sociabilidade, ou agressividade em uma variedade de espécies de invertebrados (...)." ACREDITO!!!!!!!!! Aconteceu o seguinte comigo: eu tomava banho e a barata veio voando e entrou pela janela no banheiro; o box é longe da porta e a porta perto da janela e perto de onde ela estava; eu gritava meu marido e ele nem escutava; pensei que eu mesma tinha que sair dali; ela olhava-me, insistentemente; quando resolvi tomar coragem para sair correndo dali, ela vou em minha direção; Nossa Senhora, escorreguei e quase caí no chão; gritei muito e meu marido apareceu; a desgraçada era OUSADA!!! O pior é que a mesma história aconteceu uns anos depois...

      Excluir
    3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Meu Deus Uilmara, tome cuidado com essas pequenas invasoras. Realmente elas são bem ousadas e imprevisíveis. Mas são fundamentais para os ecossistemas urbanos.

      Um grande abraço carinhoso da Equipe BioOrbis.

      Excluir