quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Vampiros existem?

Mito ou verdade? Os vampiros realmente existem?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/10/vampiros-existem.html
Desmodus rotundus. Fonte da imagem: Wikipédia.

VAMOS DESCOBRIR...

Arqueólogos encontram esqueleto de "vampiro", com estaca alojada no peito.

Um esqueleto foi encontrado no antigo templo de Perperikon, que fica a sudeste da capital da Bulgária, Sofia, e perto da fronteira com a Grécia. O que há de tão impressionante nisso? A ossada possuía uma estaca onde o coração deveria estar, sugerindo que o corpo tenham passado por um ritual para evitar que se transformasse em vampiro.
 https://bio-orbis.blogspot.com/2014/10/vampiros-existem.html

Normalmente, esses rituais eram feitos em pessoas que morriam em circunstâncias fora do comum, como em um suicídio, de acordo com o arqueólogo Nikolai Ovcharov, responsável pela descoberta.

Acredita-se que o corpo pertença a um homem com idade entre 40 e 50 anos e que seu túmulo seja do século XII. A barra de ferro fincada em seu peito pesaria cerca de um quilo.


Além do 'vampiro', Ovcharov também encontrou na região o corpo de uma mulher  e de uma criança, enterrados em uma pose similar à de Maria e Jesus. Ele afirma que o enterro teria sido feito dessa forma como uma superstição para afastar a peste bubônica, que começava a assolar a região na época.


OS VERDADEIROS VAMPIROS

Mas sabemos que os únicos mamíferos que se alimentam de sangue são os famosos morcegos-vampiros. Existem três espécies de morcego que se alimentam apenas de sangue: Desmodus rotundus, Diphylla ecaudata e Diaemus youngi. Todas essas três espécies são nativas das Américas, estando distribuídas desde o México ao Brasil, Chile e Argentina.


Desmodus rotundus
Fontes: Revista Galileu

ENTÃO VOCÊS NÃO NADA A TEMER, OS VERDADEIROS VAMPIROS SÃO ESSES PEQUENOS E FOFOS MORCEGUINHOS. MAS NÃO VAMOS PARA POR AQUI ABAIXO TEM MUITO MAIS CURIOSIDADE ANIMAL PRA VOCÊS:

O chamado das flores

 https://bio-orbis.blogspot.com/2014/04/o-chamado-das-flores.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário