segunda-feira, 14 de julho de 2014

O interessante caso do corvo e o carro

Corvos são capazes de resolver problemas complexos utilizando a sua inteligência. 

 https://bio-orbis.blogspot.com/2014/07/o-corvo-e-o-carro.html


VAMOS DESCOBRIR...

Em uma cidade japonesa eles aprenderam a chegar na parte comestível da semente usando um carro e um farol de pedestres. Mas como isso funciona?

Deixar uma semente cair de uma altura elevada para que ela se abra é uma estratégia utilizada por algumas aves. No entanto, existem sementes extremamente duras e para quebrá-las é preciso achar outra forma. Alguns corvos, também conhecidos como gralhas-pretas (Corvus corone), resolveram o problema de uma forma fantástica: utilizando carros como quebra-nozes.

O corvo se posiciona em cima de um cruzamento e joga a semente na rua. Então espera que um carro passe por cima para abri-la. O problema agora é pegar as sobras sem ser atropelado por um carro. A ave se posiciona na calçada e espera o sinal fechar. Quando os carros param, o corvo anda, como se fosse um pedestre atravessando a rua, e coleta a refeição de forma segura.

No vídeo Corvos usando o tráfego para quebrar sementes é possível ver esse comportamento único (para chegar direto ao ponto, veja a partir dos 40 segundos) veja abaixo:


Não é novidade que corvos são animais inteligentes, como podemos ver na matéria da edição de dezembro de 2011 da NATIONAL GEOGRAPHIC BRASIL: Mentes que brilham: os animais são mais espertos do que você imagina, mas recentemente um estudo publicado no periódico Animal Cognition (Cognição Animal) descobriu uma nova habilidade dessas aves: A capacidade de reconhecer vozes de seres-humanos.

Conseguir identificar seus vizinhos pode ser a diferença entre a vida e a morte para o corvo americano (Corvus brachyrhynchos). A ave forma bandos mistos com pegas e gaivotas. Quando alguém percebe um predador, soa o alarme e o restante do grupo tem mais chance de escapar. Assim os corvos aprenderam a confiar no chamado dos membros de seu bando.

Corvus brachyrhynchos

Humanos também fazem parte da vida dos corvos. Enquanto alguns oferecem comida e são amigáveis, outros caçam as aves para proteger as plantações. Assim, seria vantajoso perceber se uma pessoa representa uma ameaça ou não. Segundo o estudo, os corvos são capazes de identificar a voz de uma pessoa e conectá-la com uma memória boa (como conseguir alimento fácil) e passam a confiar nessa relação. Se ouvirem vozes desconhecidas, ficam atentos, pois esse som desconhecido pode apresentar uma ameaça.

Seja quebrando sementes ou reconhecendo vozes, os corvos não param de nos surpreender.

Fonte:National Geographic Brasil

QUE ANIMAIS MAIS INTELIGENTES. MAS NÃO VAMOS PARAR POR AQUI ABAIXO TEM MUITO MAIS PRA VOCÊS (CLIQUEM NAS IMAGENS OU NOS TÍTULOS PARA ACESSAR OS LINKS):

O Corvo: Olhar Intimidante

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/02/o-corvo-olhar-intimidante.html


Vocês conhecem as aves do paraíso?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/03/aves-do-paraiso-um-show-de-cores.html


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/05/aves-de-bigode.html


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/01/as-aparencias-enganam.html


E VENHA SEGUIR NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+, CLIQUEM NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR OS LINKS:

 https://plus.google.com/collection/YLgT0 https://plus.google.com/collection/Qu2lQB https://plus.google.com/collection/YU0mQB

Nenhum comentário:

Postar um comentário