terça-feira, 17 de dezembro de 2013

10 plantas venenosas que podem matar

10 plantinhas que parecem lindas e inocentes mas tem veneno potente, confiram.


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2013/12/10-plantas-venenosas-que-podem-matar.html

VAMOS DESCOBRIR...

1- Abundância (Ageratina adenophora)


Fonte da imagem: commons.wikimedia.org.

Essa planta nativa da América do Norte é altamente venenosa. Suas flores são brancas e, após a floração, pequenas sementes sopram com o vento. Elas têm uma alta porcentagem da toxina tremetol, que não é conhecida por matar seres humanos diretamente, mas indiretamente. Quando a planta é comida pelo gado, a toxina é absorvida em seu leite e carne. Quando os seres humanos, então, comem essa carne ou bebem esse leite, a toxina entra no corpo e se torna a chamada “doença do leite”, altamente fatal. Milhares de colonos europeus morreram da doença na América no início do século 19.

2 – Mamoma (Ricinus communis)

Fonte da imagem: encinos.org.

As mamonas são realmente assassinas; de fato, é a planta mais venenosa do mundo, segundo o livro dos recordes Guiness. A planta é nativa da bacia do Mediterrâneo, África oriental e Índia, mas é amplamente cultivada como planta ornamental. A toxina chamada ricina é encontrada em toda a planta, mas está concentrada nas sementes/grãos (da qual o óleo de mamona é feito). Uma semente é suficiente para matar um humano em dois dias, em uma morte agonizante e longa. Os primeiros sintomas vêm dentro de algumas horas e incluem sensação de queimação na garganta e na boca, dor abdominal e diarreia com sangue e vômito. O processo é imparável e a causa final da morte é desidratação. Estranhamente, os humanos são os mais sensíveis a essas sementes: leva 1 a 4 para matar um ser humano plenamente desenvolvido, 11 para matar um cão e 80 sementes para matar um pato.

Essa planta nativa da América do Norte é altamente venenosa. Suas flores são brancas e, após a floração, pequenas sementes sopram com o vento. Elas têm uma alta porcentagem da toxina tremetol, que não é conhecida por matar seres humanos diretamente, mas indiretamente. Quando a planta é comida pelo gado, a toxina é absorvida em seu leite e carne. Quando os seres humanos, então, comem essa carne ou bebem esse leite, a toxina entra no corpo e se torna a chamada “doença do leite”, altamente fatal. Milhares de colonos europeus morreram da doença na América no início do século 19.

 3– Erva-de-São-Cristóvão (Actaea pachypoda)

Fonte da imagem: proddigital.com.br.

Essa planta com flores nativa do leste e norte da América do Norte tem veneno no seu fruto marcante, de um 1 centímetro de diâmetro, que lembra muito um olho. Apesar de toda a planta ser declarada tóxica para consumo humano, a parte mais venenosa é a toxina concentrada no fruto que, infelizmente, foi responsável por tirar uma série de vidas de crianças, já que também têm um gosto doce.

As bagas contêm uma toxina cancerígena, que tem um efeito sedativo quase imediato em músculos cardíacos humanos e pode facilmente causar uma morte rápida.

4 – Trompeta de anjo (gênero Datura)

Fonte da imagem: flores.culturamix.com.


As plantas desse gênero são às vezes chamadas de lírio, pela semelhança. Também são chamadas de trompeta de anjo, nativas das regiões tropicais da América do Sul, por causa das flores pendentes em forma de trompete, cobertas de pelos finos, que pendem da árvore.

As flores vêm em uma variedade de tamanhos (14 a 50 centímetros) e em uma variedade de cores, incluindo branco, amarelo, laranja e rosa. Todas as partes da planta contêm toxinas. A planta é, por vezes, transformada em chá e ingerida como uma droga alucinógena. Como os níveis de toxicidade variam de planta para planta, e de parte para parte, é quase impossível saber a quantidade de toxinas que você ingeriu. Como resultado disso, muitos usuários têm overdose e morrem.

5 – Nuz-vômica (Strychnos nux-vomica)

Fonte da imagem: plantastoxicas-venenosas.blogspot.com.br.

A árvore Estricnina é nativa da Índia e sudeste asiático. As pequenas sementes dentro do fruto verde para laranja são altamente tóxicas, com alcalóides venenosos. 30 miligramas dessas toxinas são o suficiente para serem fatais a um adulto, e levará a uma morte dolorosa de convulsões violentas devido à estimulação simultânea de gânglios sensoriais da coluna vertebral.

6 – Teixo (Taxus baccata)

Fonte da imagem: bioinformatics.psb.ugent.be.

Essa árvore é nativa da Europa, norte da África e sudoeste asiático. Ela tem sementes dentro de sua baga vermelha. Essa é a única parte do fruto que não é venenosa e permite que as aves a comam e espalhem as sementes.

É preciso uma dose de cerca de 50 gramas para ser fatal para um ser humano. Os sintomas incluem dificuldade respiratória, tremores musculares, convulsões, colapso e, finalmente, parada cardíaca. Em casos de intoxicação grave, a morte pode ser tão rápida que os outros sintomas não são sentidos.

7 – Cicuta (Cicuta maculata)

Fonte da imagem: all-creatures.org.

Cicuta é um grupo de plantas altamente venenosas nativas às regiões temperadas do hemisfério norte. As plantas têm pequenas flores brancas ou verdes, dispostas em forma de guarda-chuva. É considerada a planta mais venenosa da América do Norte: contém uma toxina que provoca convulsões.

O veneno é encontrado em todas as partes da planta, mas é mais concentrado nas raízes, que por sua vez são mais potentes na primavera. Além das convulsões quase imediatas, outros sintomas incluem náuseas, vômitos, dores abdominais, tremores e confusão. A morte geralmente é causada por insuficiência respiratória ou fibrilação ventricular e pode ocorrer poucas horas após a ingestão.

8 – Erva de lobo (Aconitum lycoctonum)

Fonte da imagem: slowlife.se.

O nome lycoctonum se refere ao uso desta planta para matar lobos (luco = lobo e ctonos = matar). Curiosamente, também é mencionada na mitologia e folclore de lobisomem como tanto sendo capaz de repelir lobisomens/licantropos, quanto induzir o estado de lobo, independentemente da fase da lua

Essas plantas perenes são nativas de regiões montanhosas do hemisfério norte. Contêm grandes quantidades de um veneno que costumava ser usado pelo povo Ainu do Japão como veneno para a caça nas pontas de suas flechas. Em casos de ingestão, os sintomas incluem queimação nos membros e abdômen. Com grandes doses, a morte pode ocorrer dentro de 2 a 6 horas. 20 mililitros são suficientes para matar um humano adulto.

9 – Ervilha do rosário ou jiquiriti (Abrus precatorius)

Fonte da imagem: innerpath.com.au.

A planta é nativa da Indonésia, mas cresce em muitas partes do mundo. É mais conhecida por suas sementes, que são usadas como miçangas, pelo seu vermelho brilhante com um único ponto preto (não muito diferente de uma viúva negra).

O veneno contido na planta (abrina) é muito semelhante ao veneno ricina, encontrado em algumas outras plantas venenosas. Há uma diferença principal, entretanto: a abrina é cerca de 75 vezes mais forte que a ricina. Ou seja, a dose letal é muito menor e, em alguns casos, tão pouco como 3 microgramas pode matar um humano adulto. O uso de sementes como enfeite ainda representa uma enorme ameaça; pessoas já morreram só de furar os dedos na broca usada para perfurar os orifícios minúsculos nas sementes.

10 – Beladona (Atropa belladonna)

Fonte da imagem: udosobreplantas.com.br.

Beladona é nativa da Europa, norte da África e Ásia ocidental. É também uma das plantas mais venenosas do mundo, pois contém toxinas que causam delírios e alucinações. Outros sintomas de envenenamento incluem perda da voz, boca seca, dores de cabeça, dificuldade respiratória e convulsões.

Toda a planta é venenosa, mas as bagas costumam ser mais, além de serem doces e atraírem crianças. 10 a 20 bagas podem matar um adulto, mas só uma folha em que os venenos estão muito mais concentrados pode matar um homem adulto. Estranhamente, nossos ancestrais “muito inteligentes” da era elizabetana (1500) usavam beladona como parte de sua rotina diária de cosméticos.

Eles usavam gotas feitas a partir da planta como colírio, para dilatar as pupilas, considerado atraente porque dava ao usuário um olhar sonhador. As mulheres também bebiam cianeto, ou “sangravam” a si mesmas para obter uma cor pálida e uma pele translúcida
Fonte: Listverse.

E NÃO PAREM AGORA, POIS AINDA TEM MUITO MAIS O QUE DESCOBRIR. PARA ACESSAR OS LINKS BASTA CLICAR NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS ABAIXO:

As plantas sentem o polo magnético da Terra?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/10/as-plantas-sentem-o-polo-magnetico-da.html


E SE QUISEREM VER MAIS DE NOSSAS POSTAGENS VENHAM SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE+ (PARA ACESSAR BASTA CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO): 

 https://plus.google.com/collection/YLgT0 https://plus.google.com/collection/Ut3sQB https://plus.google.com/collection/Q5LvSB

10 comentários:

  1. Boa tarde BIOORBIS.
    Passando para conferir estas plantas e não sabia que fossem venenosas.
    Estas plantas tem uma beleza rara e mais ainda são simplesmente maravilhosas em harmonia em perfeição como plantas.
    Se você não dissesse que são mortais até compraria como plantas ornamentais, pois não parecem ser venenosas. Enfim agradeço por compartilhar e aprendi o quanto são perigosas estas plantas.
    Desejando uma magnífica terça feira
    Abraços sempre.
    ClaraSol

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Clara Sol, sim são venenosas a Natureza pode pregar peças em nós, a mais linda das flores pode ser a mais venenosa e mais feia pode curar, incrível, que bom que gostou de nosso post e que ajudou em seu conhecimento sobre as plantas, continue em nosso blog que sempre estaremos postando mais e mais coisas e curiosidades sobre a Ciência e Biologia.

    Equipe BioOrbis.

    ResponderExcluir
  3. a planta belaona tem tambem o nome de erva moura?

    ResponderExcluir
  4. a planta belaona tem tambem o nome de erva moura?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Claudia Valeira. Não, a beladona é Atropa belladonna, é uma planta subarbustiva perene pertencente à família Solanaceae, com distribuição natural na Europa, Norte de África e Ásia Ocidental e naturalizada em partes da América do Norte.

      Já a Erva moura, que é a Solanum nigrum, é uma planta herbácea da família das solanaceaes. É originária da Eurásia, tendo sido introduzida noutras partes do mundo, nomeadamente no continente americano e na Australásia. Trata-se de uma planta aparentada com a beringela (Solanum melongena) e o tomate (Solanum lycopersicum) e neste momento cresce silvestre em quase todo o mundo.

      Agradecemos pela sua dúvida, participe mais das nossas postagens diárias,

      Atenciosamente,

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
  5. a cana-de-açúcar também é altamente alucinógena e fatal, caso o resultado da sua fermentação vaporização, condensação, depuração e filtragem seja ingerido em doses altas (1 litro ou mais ao dia)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa surpreende Paulo. Realmente as plantas podem ter cura mas também contém toxinas mortais.

      Abraços, BioOrbis.

      Excluir
  6. Nossa tem uma dessas plantas, trombeta de anjo, Meu Deus....

    ResponderExcluir
  7. Nossa tem uma dessas plantas, trombeta de anjo, Meu Deus....

    ResponderExcluir
  8. Nossa tem uma dessas plantas, trombeta de anjo, Meu Deus....

    ResponderExcluir